Buscar

Notícias Allink


Carreira no Comex
Apr/16 20

Carreira no Comex

Fonte | Rose Kurdoglian - HR Development Manager

Este artigo busca clarificar o que nós recrutadores e profissionais de desenvolvimento humano percebemos sobre os pontos de atenção e as oportunidades de carreira que os profissionais de comércio exterior devem se atentar para superar o problema da empregabilidade em tempos de crise.
 
A Allink é uma empresa que recebe diariamente uma procura muito grande de candidatos interessados em transição de carreira. Por outro lado, encontramos uma dificuldade intensa em adequar as necessidades da empresa com os perfis que recebemos. Logo, apesar da grande disponibilidade de talentos, pergunta-se:
Por que os recrutadores do Comex ainda continuam com dificuldades em preencher as vagas disponíveis? Quais os principais motivos de reprovação em processos seletivos? Como os candidatos podem se preparar para serem mais competitivos?
 
Por mais impressionante que possa parecer, um dos principais motivos de reprovação é ainda o domínio da língua inglesa. Muitos candidatos acreditam dominar o idioma, mas quando testados, demonstram possuir um nível básico de inglês, seja para uma posição de gestão, seja analista ou assistente. É claro que quanto mais elevado o cargo, maior a exigência em relação ao idioma. O que infelizmente nos surpreende negativamente é o fato de serem profissionais que optaram por uma área onde a língua é pré-requisito de acesso, ferramenta básica de trabalho.
 
Outra questão relevante de reprovação é a grande instabilidade profissional observada em alguns candidatos, principalmente aqueles provenientes da área comercial. Muitos, em um período médio de 3 anos, chegam a passar por 6 empresas diferentes, sempre em busca de melhor remuneração. A informalidade que o nosso segmento demonstra, muitas vezes pode transmitir uma imagem de ausência de plano de carreira nas empresas. Sendo assim, a única maneira que o colaborador encontra de crescer profissionalmente é buscar uma oportunidade fora da empresa. Nosso mercado e os empresários do setor precisam buscar uma maior profissionalização interna, através de políticas claras de cargos e salários, práticas de feedback constantes e investimentos em treinamento e desenvolvimento. É necessário conciliar os planos futuros da empresa com as ambições dos seus colaboradores.
 
A terceira e não menos importante razão de reprovação em processos seletivos é a postura comportamental do candidato em questão. Sendo mais específica, percebe-se um nível de maturidade muito abaixo do esperado para a idade cronológica do profissional entrevistado, refletido como falta de autopercepção, controle emocional prejudicado ou mesmo incompatibilidade de valores entre empresa e candidato.
 
Concluindo, além do investimento em indicadores mais práticos como o aprofundamento da língua inglesa, a questão comportamental dos profissionais ainda vale um destaque importante. Não se deve desprezar que investir em autoconhecimento e amadurecimento do indivíduo como pessoa é o que define a principal razão das melhores oportunidades de carreira.
 
Não basta ser o candidato escolhido, é necessário provar para que ele veio! E isso é talvez o principal desafio dos profissionais atuais.

Voltar